junho 30 2020 0Comentario

Pediu um empréstimo e ganhou um seguro? – Cuidado!

Como uma solução para driblar a crise, causada pelo covid -19, muitas pessoas estão buscando os empréstimos bancários.

A necessidade de resolver a situação de dificuldade financeira de forma rápida, faz com que muitos consumidores fiquem desatentos, e com isso, além dos juros altíssimos dos empréstimos, acabam assumindo um outro débito com a instituição financeira.

Além do pagamento do empréstimo, o consumidor desavisado, arca com o pagamento de um seguro residencial (ou outro), sem nem sequer saber disso .

Em alguns casos, muitos acham que o seguro foi uma cortesia do banco.

Como isso é possível?

Isso acontece porque o consumidor é induzido a aceitar fechar o contrato com um número enorme de parcelas (empréstimo em 60x ou empréstimo em 72x).

Com isso, alguns acréscimos quase não são percebidos.

Essa prática, onde o fornecedor vincula a entrega de um serviço a outro, é uma grave ofensa ao consumidor.

No Código de Defesa do Consumidor essa prática abusiva é chamada de venda CASADA e é proibida!

Muitos consumidores nem se dão conta de que estão pagando por algo que não solicitaram e isso é mais comum do que se imagina.

Fique atento!

Se você conhece alguém que solicitou algum tipo de empréstimo, compartilhe essas informações com essa pessoa.

Além disso, peça para que ela calcule os valores do contrato para ver são exclusivamente referentes ao empréstimo.

Pedimos uma atenção maior para quem é analfabeto, aposentado ou pensionista do INSS, pois são os consumidores que mais são lesados por esse tipo de prática.

Fonte: Jusbrasil / Clodoaldo Matos

 

Escreva uma resposta ou comentario